17/05/2018

Por Bruna Pereira, http://vireinoiva.com.br

​Everton Rosa dá dicas sobre fotos de casamento.

Everton Rosa, um dos maiores fotógrafos do Brasil e do mundo, revelou como as fotos de casamento podem evitar o divórcio. Além disso, ele deu dicas valiosas sobre fotos de casamento, contou qual momento foi o mais marcante em sua carreira, o que as noivas querem quando ele, como é o momento das fotos no casamento e como ele entrega as fotos para os noivos.

Confira!

Everton, qual momento foi mais especial, mais marcante para você?

“Quando você fez mais de mil casamentos, eu acredito que toda vez que uma noiva está entrando na cerimônia, seja na igreja ou em um ambiente que ela escolheu para se casar, aquele momento dela vindo pelo corredor, às vezes sozinha, às vezes acompanhada, é o momento mais incrível do casamento.

Todos os casamentos são incríveis, mas se eu posso escolher apenas um para responder, foi quando eu fiz o casamento da Ana Maria Braga. Mas por que ele foi marcante, por que ela é famosa? Não só, mas também. Quando eu fui fotografar o casamento, ela disse: ‘Só o Everton me fotografa e depois ele fornece para todos’.

(Foto: Everton Rosa)

(Foto: Everton Rosa)

Everton Rosa e Bruna Pereira

Imagem: http://vireinoiva.com.br/everton-rosa-fotografia/

Como o casamento foi na casa dela, não teria a tradicional entrada da noiva. Nós tínhamos uma escada pequena e o Walter Rodrigues, que era o estilista, me disse:

‘Everton, nós fizemos todo o vestido com o caimento para quando ela estiver descendo a escada’, então eu tinha que acertar a foto no exato momento em que ela descesse.

Eu converso antes, porque preciso pensar com a cabeça do meu cliente, do estilista pensando no caimento do vestido.

Aquilo me marcou muito, porque eu não podia errar, eu tinha que ter a foto bem iluminada, focada e no caimento que o Walter tinha escolhido, porque de acordo com o passo, o movimento do vestido é um e o movimento do corpo é outro.

Por fim, consegui a foto.”

O que as noivas querem quando contratam o Everton Rosa para o casamento delas?

“O perfil de noiva que eu atendo é um perfil que quer sair linda na foto. Todas as mulheres e todos os homens olham no espelho, todos os dias, então qual é a referência que nós temos da nossa imagem? A imagem refletida no espelho. É claro que hoje nós temos a selfie, mas todos os dias nós lembramos da nossa última imagem, do momento em que você olhou no espelho pela última vez. Então o meu desafio, como fotógrafo, é fotografar qualquer pessoa e fazer uma versão melhor do que aquela do espelho. O meu desafio é fazer alguém sair lindo em uma foto.”

 

Eu queria que você explicasse: acontece de você ter uma conversa com os noivos antes do casamento caso eles tenham algum tipo de pose, ou para que eles já estejam preparados para que as fotos saiam melhores, tem isso ou não tem?

“Geralmente não. Eu converso com o casal perguntando quais são seus valores, o que eles gostam, eu converso para saber o que eles querem e esperam das fotos.

 

Vale lembrar que se um casal chega até mim, ele chega porque gostou daquilo que eu faço, então o casal já condiz com o meu perfil. Eu não preciso pedir para ele se comportar de uma forma que não seja o comportamento dele. Eu não gostaria de mudar o meu comportamento no dia do meu casamento só para as fotos saírem boas.

Algumas pessoas dizem: ‘Everton, eu quero algo totalmente jornalístico!’. Legal.

 

Para ser jornalístico precisar estar acontecendo algo para que eu consiga reproduzir. Quando está acontecendo algo, sempre será jornalístico, quando temos, por exemplo, um momento de fotos de família, isso não é jornalístico, isso é uma forma daquele casal, daquelas pessoas (padrinhos, pais, tios, avós) se comunicarem com o futuro. Ou seja, lá no futuro, os filhos, os netos, os bisnetos, se comunicarão com aquelas pessoas que estão olhando para a câmera e se comunicando.

 

O meu papel como fotógrafo de casamento é fazer a noiva ficar linda, fazer com que ela se sinta a mulher mais especial que existe e, de fato, ela é. Depois disso é jornalismo, ou seja, eu pego tudo o que acontece sempre no melhor ângulo, com uma luz que deixa a pele da mulher na sua melhor versão e depois é claro que, durante um espaço de tempo, caso os noivos queiram, eu faço aquelas fotos de família para que os filhos deles possam ir ao casamento através do álbum de fotos.

 

O álbum de casamento é um trabalho em que eu reproduzo o que alguém está declarando publicamente: o amor entre os noivos. O álbum se torna um documento.”

“Você sabia que um bom álbum de casamento evita o divórcio?

Imagine esta cena: O casal está no quarto, houve uma discussão e o homem quer ir embora. Então, ao passar pelo corredor, ele vê uma foto linda do dia do casamento dele, com aquela mulher que ele prometeu amar eternamente.

Por acaso você já se lembrou de algo do passado que te fez feliz e quando você se lembrou você ficou feliz de novo?

Uma vez eu estava em um dia difícil e ao olhar para o criado mudo que fica ao lado da minha cama, vi uma foto linda minha beijando a minha esposa, eu disse: ‘O que está acontecendo agora é passageiro. O que está acontecendo agora não existe, o que existe é isso.’

Eu tenho certeza absoluta que a fotografia tem o poder de restaurar o amor e conciliar a vida de um casal. É por isso que eu sou fotógrafo de casamentos.”

“Uma vez eu estava fotografando um casal para o meu programa de TV e tinha uma parte do cronograma que a noiva se declarava para o noivo e o noivo para a noiva, aí eu disse: ‘Olha este é o momento de você falar que ama ele.’, ela me disse: ‘Não precisa, ele já sabe’. Quantos divórcios já aconteceram porque o casal pensou: o outro sabe que eu o amo?

O momento de declarar significa falar, trazer aquilo à realidade. O que guardamos existe dentro de nós, aquilo que verbalizamos é o que nós estamos autorizando a acontecer. Então se você não falar que ama, você não estará autorizando o universo a trazer essa realidade do amor. Entendendo isso, eu acredito que, o momento em que a noiva está declarando, o noivo está declarando é um momento de extremo respeito, por isso cada profissional precisa se especializar, para fazer o seu melhor, sem atrapalhar o melhor do outro.”

Como você entrega essas fotos para as noivas?

“Eu entrego, geralmente, um álbum, esse álbum tem, em média, cem fotos. Eu gosto de álbuns grandes, mas não tenho nada contra os álbuns pequenos. A gente entrega álbum pequeno que vai para as mães que elas carregarão na bolsa, e mais um álbum maior.

Eu sugiro os livros de casamento quando eu entendo que terá fotos para fazer mais de um álbum. Os casamentos que eu faço que têm uma tendência de moda eu sugiro os meus livros fotográficos, porque eles seguem seguem a tendência de moda, das revistas Harper’s Bazaar, Vogue ou Elle. Mas é claro que se você viu na TV a Gisele Bündchen posando para uma foto, lembre-se: você não precisará fazer isso. Eu vou procurar dentro de você a sua Gisele Bündchen vivendo o seu casamento.

A facilidade com que as fotos acontecem e a qualidade do resultado que os meus clientes amam, que as noivas que eu fotografo amam. É isso que tem me levado para muitos lugares.”

Por fim ele contou uma lição que aprendeu enquanto fotografava um casamento em Israel:

“Eu aprendi em um casamento que eu fiz em Israel, que a noiva tem o poder de bênção. Ela está tão abençoada, ela está tão privilegiada por estar casando, que ela tem um poder sobrenatural.

Eu fotografei em Jerusalém, aí foi feita a cerimônia, foi feita a festa e depois fomos fazer fotos em alguns lugares. Enquanto nós caminhávamos por lá, todas as meninas entre 10 e 15 anos, corriam até a noiva, para encostar nela. Aí eu perguntei: ‘Por que isso?’ e a noiva disse: ‘Porque nós acreditamos que as noivas têm poder de bênção’. Eu passei a observar e de fato, sim, é um momento de privilégio. A noiva está em um momento especial, a mulher está em um momento especial quando casa, e eu preciso entender esse ‘especial’ e traduzir isso em belíssimas fotos.”

Demais, não é mesmo?

Para você que amou essa entrevista e todo o trabalho do Everton Rosa, eu separei algumas fotos dele que são de tirar o fôlego, inclusive algumas do meu casamento:

(Foto: Everton Rosa)

(Foto: Everton Rosa)

(Foto: Everton Rosa)

(Foto: Everton Rosa)

(Foto: Everton Rosa)

(Foto: Everton Rosa)

Espero que você tenha gostado dessa entrevista maravilhosa.

Comente aqui embaixo o que você achou, vou adorar saber!

Um abraço e até o próximo post.

Entrevista no site: http://vireinoiva.com.br/everton-rosa-fotografia/

© 2018. Cesarte Cerimonial e Eventos

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
Tel: 71 3028-0431 / 99668-1554